Conheça a conta internacional Revolut e os seus serviços

Conheça a conta internacional Revolut e os seus serviços

A conta internacional Revolut está se preparando para vir para o Brasil. A fim de auxiliar os brasileiros em suas viagens para fora do país, bem como oferecer diversos benefícios. Então, para conhecê-los e ver se vale a pena, veja com atenção o conteúdo abaixo.

O que é a Revolut?

Ela é uma fintech que surgiu em 2015. De fato, a sua ideia é disponibilizar aos seus usuários a opção de transferir dinheiro ou usar recursos no exterior, mas com taxas inferiores das cobradas por instituições tradicionais.

Hoje, a empresa conta com mais de 15 milhões de clientes. Assim, ao fazer a sua inscrição, você cria uma conta com sede no Reino Unido e ganha um cartão com função débito para gerenciá-la.

O seu diferencial é a criação de diversas carteiras virtuais com diversos tipos de moedas e até criptomoeda. O Brasil é um dos países confirmados para receber essa fintech.

Há, aliás, uma página onde é possível se cadastrar em uma lista de espera. De fato, mais de 7 mil brasileiros já assinaram.

Era para a instituição ter começado a operar aqui em 2020, no entanto, com a pandemia os planos foram adiados.

Saiba como ela funciona

O próximo passo para se integrar a Revolut é baixar o seu app e abrir uma conta digital. Então, ao receber a aprovação, o cliente tem três opções de conta:

Todas elas possuem uma conta internacional IBAN. Dessa maneira, isso permite ao usuário enviar valores para fora do país.

Entenda como é a Revolut gratuita

A Standard não cobra um pagamento mensal. Portanto, assim que adquirir uma conta, a pessoa pode transferir seu dinheiro em até 30 diferentes moedas e com taxas de câmbio interbancário.

Na transferência acima de 6 mil euros por mês, há uma cobrança de 0,5%. Além disso, há taxas para as operações de fins de semana, cerca de 0,5% até 2%.

O usuário pode ter um cartão físico de débito no valor de 5,99 euros que serve para:

  • Fazer pagamentos em viagens no exterior;
  • Ou ainda saques em espécie.

Não existem cobranças para esse último, no entanto, a quantia não pode ser superior a 200 euros por mês.

Ainda não há uma data para a chegada da mesma ao Brasil, mas é logo, visto que já existe uma lista de espera de futuros clientes brasileiros em circulação.

Amanda Bonetto
Amanda Bonetto é jornalista há mais de 5 anos e especialista em mídias sociais e criação de conteúdo SEO. Mora em Araçatuba, interior de São Paulo. Está sempre pesquisando as tendências do mercado e especializando-se em marketing digital. Tem experiência em assessoria, redação, rádio e TV.