Por que escolher o LifeMiles, programa de fidelidade da Avianca em parceria com a Star Alliance?

Saiba que é possível participar do LifeMiles, programa de pontos da Avianca, mesmo que a companhia não opere mais no Brasil.

Conheça-o-LifeMiles,-o-programa-de-fidelidade-da-Avianca

Conheça o LifeMiles, programa de fidelidade da Avianca, com o qual você pode acumular milhas para suas próximas viagens.

Por isso, confira como aderir ao programa, quais as companhias aéreas participantes e as vantagens oferecidas.

Conheça o LifeMiles, o programa de fidelidade da Avianca

Conheça-o-LifeMiles,-o-programa-de-fidelidade-da-Avianca

Este é um programa voltado aos passageiros da Avianca, para gerar e trocar milhas de passagens aéreas. Embora a companhia não atue mais no Brasil, faz parte de um grupo internacional, a Star Alliance, que conta com 27 empresas aéreas, tais como:

  • Egyptair;
  • Air China;
  • Lufthansa;
  • Eva Air, entre outras.

Ao se cadastrar no LifeMiles, o cliente pode acumular pontos nas viagens realizadas entre os parceiros do projeto.

Para tanto, basta estar associado e informar o número do cadastro no momento da compra.

Os pontos acumulados podem ser usados para resgatar passagens de ida e volta, bem como para upgrade de categoria nos voos.

Além disso, é possível usar o resgate para adicionais de bagagem nas suas viagens.

Dá para usar o LifeMiles mesmo que a Avianca não opere mais no Brasil?

Dá para usar o LifeMiles mesmo que a Avianca não opere mais no Brasil

Com a declaração de falência da companhia, em 2020, os clientes foram pegos de surpresa, preocupados com as milhas acumuladas.

No entanto, a LifeMiles emitiu um comunicado para informar que sua operação continua da mesma forma.

Vale lembrar que a empresa que gere o programa é independente da companhia aérea, por isso, nada mudou para quem já era cliente.

Além disso, com a adesão da Avianca à Star Alliance, diversas outras companhias estão no programa.

Conheça outros parceiros além das companhias aéreas

É possível acumular pontos no LifeMiles também nas compras em lojas parceiras, em suas viagens para o exterior.

Com isso, a cada dólar gasto o associado pode ganhar entre 1 e 3 pontos, que são somados ao seu saldo de milhas.

Hotéis e locação de carros também geram pontos para os clientes, inclusive com bônus na primeira reserva em um dos mais de 500 mil parceiros.

Entretanto, é importante verificar as regras válidas para promoções com bônus maiores e o prazo de utilização.

Como funciona o programa de pontos do LifeMiles?

Como funciona o programa de pontos do LifeMiles

No programa, o cliente acumula pontos com passagens, compras em lojas, hotéis e aluguel de carros ou mesmo comprando milhas.

Ao adquirir um bilhete de viagem, por exemplo, basta informar o número de cadastro e a pontuação é computada em até 72 horas.

A Avianca deixou mais simples o cálculo das milhas, multiplicando a tarifa da passagem pelo fator do status Elite do usuário.

Então, confira abaixo quais os respectivos fatores conforme a categoria:

  • Red Plus: 6 x;
  • Silver: 8 x;
  • Gold: 9 x;
  • Diamond: 11 x.

Nesse cenário, se um cliente Diamond compra uma passagem que custa 300 dólares, ganhará 3.300 pontos pela compra.

Ainda, caso por algum motivo as milhas não sejam computadas, o cliente pode pedir a inclusão, no prazo de até 12 meses da data do voo.

As categorias do LifeMiles e os benefícios de cada uma

As categorias do LifeMiles e os benefícios de cada uma

Bem como em outros programas de milhas aéreas, há grupos para clientes especiais, como no caso do Elite da Avianca.

Em resumo, quanto mais pontos se tem acumulados, melhor é a classificação e os benefícios.

Número de milhas

Em todas elas, é preciso um certo número de milhas acumuladas, bem como parte delas deve ser de viagens com a Avianca.

Então, veja a seguir quais são as categorias e os requisitos de cada uma.

Star Alliance Silver

Para alcançar essa categoria é preciso ter 25 mil milhas, ou 30 trechos voados, mais 2.500 dólares qualificados.

Esses usuários podem despachar uma mala de até 23 kg e acesso às salas VIP em Bogotá e El Salvador.

Além disso, tem bônus de 25% no resgate de milhas.

Alliance Gold

Nesse status, o cliente deve ter obtido 45 mil pontos, ou voado 50 trechos + 4.500 dólares.

Além das comodidades da categoria Silver, tem direito a prioridade no embarque, bem como pode viajar com 3 malas de 23kg.

Diamond Star Alliance

A mais alta categoria de benefícios no LifeMiles é reservada para aqueles que acumulam 75 mil pontos.

Por sua vez, além de ter 100% de bônus no resgate de milhas, tem acesso às salas VIP da companhia e de parceiros, e ao Diamond Vip Lounge.

É possível transferir pontos para o LifeMiles?

É possível transferir pontos para o LifeMiles

Alguns programas de fidelidade de outros segmentos permitem a troca de pontos.

É o caso, por exemplo, do Accor Live Limitless, que conta com diversos parceiros no setor hoteleiro, e admite a troca dos pontos por LifeMiles.

Na conversão, a proporção fica pela metade, assim, 4.000 pontos do programa da Accor geram 2.000 no da Avianca.

Ainda assim, é uma opção para quem precisa usar o saldo acumulado ou ainda precisa fechar o número de milhas para uma viagem.

Livelo cancelou a opção de transferência de pontos

Um dos parceiros da empresa, a Livelo, suspendeu a transferência de pontos para o programa da Avianca, após o anúncio da falência.

Apesar do programa ter seguido, a parceria não foi retomada.

Com certeza esta é uma perda para os usuários dos dois programas, pois restringe as opções dos clientes em usar as melhores ofertas.

Mas, com a permanência do LifeMiles, há esperança que seja revista a parceria.

Como funciona o clube de milhas?

Como funciona o clube de milhas

Esta opção funciona como uma assinatura, na qual por um valor mensal o usuário recebe mensalmente um certo número de milhas.

No caso da LifeMiles, há 6 planos diferentes, com valores a partir de US$ 9,99 por mês, conforme você pode conferir a seguir:

  • Clube 500, com 500 milhas mensais e 2 mil na adesão, por $10,99;
  • Por $19,99, 1000 pontos por mês e 3 mil de bônus na assinatura;
  • Mensalidade de $ 32,99, com 2 mil pontos mensais e 4.000 milhas bônus;
  • 3.000 milhas por mês no plano de $ 49,99, mais 6.500 pontos extras;
  • No valor de $92,99, 6 mil milhas mensais e 8 mil pontos pela adesão;
  • Por fim, o plano com 8 mil pontos por mês mais 16 mil extras, por $129,99.

Um detalhe importante

Diferente de outros programas, no entanto, o da Avianca não tem outros benefícios aos usuários.

Posso vender as milhas acumuladas no LifeMiles?

Posso vender as milhas acumuladas no LifeMiles

A venda de milhas aéreas tem sido cada vez mais comum, tanto que hoje há diversas plataformas que fazem essa operação.

Seja porque a pessoa não vai conseguir usar os pontos antes de expirar, ou porque precisa de um dinheiro extra, a venda é uma saída.

Como os programas de fidelidade hoje permitem acumular pontos em diversas compras e não mais apenas nas passagens, os clientes têm mais facilidade em obter milhas.

Mas, antes de vender, fique atento a alguns fatores:

  • Veja a cotação paga pelas milhas em cada plataforma;
  • Busque informação, se a empresa é confiável antes de concluir a venda;
  • Saiba o prazo e forma de pagamento.

Um ramo promissor

O mercado para venda de milhas tem tudo para crescer, com o aumento da demanda no setor de turismo.

Por isso, verifique com atenção as regras e valores, e caso tenha pontos sobrando, aproveite para obter um dinheiro extra.

Então, vale a pena usar o LifeMiles?

Então, vale a pena usar o LifeMiles

O programa da Avianca oferece boas vantagens aos associados, pois além de pontuações bônus ainda tem uma ampla rede de parceiros.

Além disso, como está vinculada à Star Alliance, permite o uso em várias companhias aéreas conveniadas.

Para quem viaja pela América do Sul com frequência, pode ser uma opção interessante, pois há mais empresas que operam nesse trecho.

Mas antes de decidir, analise as questões abaixo, para ver se o programa atende seu perfil:

  • Veja as vantagens e rede parceira;
  • Fique atento ao prazo para uso dos pontos acumulados;
  • Considere a frequência de suas viagens, bem como outros itens que geram milhas;
  • Analise a quantidade de milhas para obter passagens.

Analise tudo com calma

Entender quais as prioridades para o seu perfil é o primeiro passo para escolher o melhor programa de fidelidade.

Por fim, se depois de analisar isso, o LifeMiles faz sentido para você, resta arrumar as malas e escolher o próximo destino.

3.5/5 - (2 votes)
Amanda Bonetto
Amanda Bonetto é jornalista há mais de 5 anos e especialista em mídias sociais e criação de conteúdo SEO. Mora em Araçatuba, interior de São Paulo. Está sempre pesquisando as tendências do mercado e especializando-se em marketing digital. Tem experiência em assessoria, redação, rádio e TV.