Novidade: limite PicPay de transferências agora é de R$ 300

Novidade: limite PicPay de transferências agora é de R$ 300

Uma nova redução de limite PicPay de transferências grátis com o cartão de crédito vai acontecer muito em breve. Assim, esse é o segundo aplicativo de pagamentos a realizar mudanças esta semana que podem deixar alguns usuários bem insatisfeitos, saiba mais.

Limite PicPay de transferências sofre alteração

Mais uma vez, esse app de pagamentos vai mudar a sua política de transferência grátis com o cartão. Dessa forma, a partir de 5 de janeiro de 2022, o novo valor máximo será de R$ 300 e não mais de R$ 500.

Saiba que se o cliente ultrapassar o novo limite, haverá uma taxa de juros de 3,99%. Essa cobrança, aliás, teve reajuste no dia 21 de dezembro. Então, para realizar pagamentos de contas essenciais com o plástico, a taxa será de 3,09% e abrange boletos como:

  • Energia;
  • Gás;
  • Saneamento;
  • Impostos.

Já as demais contas, ao pagar com o cartão de crédito, haverá a cobrança de 3,99%. Portanto, essa é a novidade da PicPay para os seus usuários anunciada pela empresa nesta semana.

Novidade: limite PicPay de transferências agora é de R$ 300Foto: Uma nova mudança entra em vigor em janeiro no app PicPay de pagamento.

Simulação de transferência

Acompanhe um exemplo para entender melhor como vai funcionar essa redução de limite PicPay de transferências. Assim, suponha que você mande R$ 1 mil por meio do cartão. Até o dia 5 de janeiro, nenhuma cobrança será realizada.

Já nesta data, os R$ 700 serão taxados em 3,99%, o que por sua vez, vai gerar um custo de R$ 27,93. Isso porque, o novo limite estabelece a quantia máxima de R$ 300.

Essa não é a primeira redução de limite PicPay de transferências

No dia 6 de dezembro deste ano, o aplicativo diminuiu o valor máximo de R$ 600 para R$ 500. Além disso, a taxa de juros para quem ultrapassasse o limite seria de 3,59% por cada operação.

Dito isso, essa é a segunda redução em um único mês tanto no valor de transferência quanto na cobrança para penalizar quem superou a quantia máxima permitida.

Vale a pena continuar transferindo com a PicPay?

Mais uma grande mudança nos aplicativos de pagamentos que entra em vigor. Assim, novamente a empresa surpreendeu com uma nova redução desta vez em um espaço de tempo bem curto, o que vai deixar alguns usuários insatisfeitos.

A diferença é de R$ 200, logo, é bem radical. Dessa maneira, a taxa de juros também teve um reajuste com aumento de 0,4% para quem transferir mais do que R$ 300.

Quem deseja fazer alguma transação superior a esse valor, sem dúvida, deve aproveitar antes do dia 5 de janeiro, que é quando o novo limite ficará ativo.

Amanda Bonetto
Amanda Bonetto é jornalista há mais de 5 anos e especialista em mídias sociais e criação de conteúdo SEO. Mora em Araçatuba, interior de São Paulo. Está sempre pesquisando as tendências do mercado e especializando-se em marketing digital. Tem experiência em assessoria, redação, rádio e TV.