Como vender milhas aéreas: Guia Completo

Muitos usuários de cartão têm dúvidas sobre como vender milhas de forma segura, se vale a pena e quais os principais benefícios de fazer isso.

Tudo o que você precisa saber sobre como vender milhas

Muitos usuários de cartão de crédito não sabem como vender milhas e se isso de fato é vantajoso.

Veja quais cuidados você deve tomar, a fim de que a transação ocorra da forma mais segura possível.

Acompanhe este guia completo e confira as situações ideais para vendê-las e sair lucrando bastante.

Entenda mais sobre como vender milhas aéreas

Antes de tudo você deve saber que essa é uma prática legal. Ao contrário do que muitos acreditam, não há nada de errado em comercializar as suas milhas. Afinal, não existe nenhuma lei específica que proíba isso.

Diante disso, você pode vender como quiser, no entanto, é recomendado ler o contrato do seu programa de fidelidade. Dessa forma, é possível evitar qualquer situação que venha a atrapalhar os seus planos.

Não se preocupe que até o fim dessa leitura, você saberá tudo sobre o processo de vendas de milhas. Então, serão abordados vários pontos importantes, desde o jeito mais seguro de fazer isso até os benefícios dessa prática.

Tudo o que você precisa saber sobre como vender milhas

Os benefícios de vender as suas milhas

As vantagens de vender milhas que não serão usadas são diversas. Hoje, os programas de recompensas estão cada vez melhores e isso chama atenção de muitos usuários de cartão. Quem gosta de viajar ou quem prefere ficar em casa, precisa conhecer todos eles.

Você vai ver que independente do seu perfil de consumidor, é possível aproveitar as vantagens oferecidas. Assim, conheça logo abaixo 3 grandes benefícios em relação à venda de milhas:

  • Renda extra;
  • Compra de passagens;
  • Retorno financeiro.

1- Obtenha uma renda

Ao vender uma milha, não existe uma espécie de cotação exata, mas vários sites que oferecem esse serviço contam com um valor estipulado. Então, se você não vai poder viajar no momento, se desfazer dessas milhas é a melhor opção.

Com isso, você ganha uma renda extra e pode gastá-la como e quando quiser. Assim, essa é uma ideia interessante, em especial, para pessoas que estão com milhas perto de expirar.

O processo de vendas permite que elas não se percam e que você ainda lucre com isso. No entanto, essa é apenas uma vantagem que essa prática proporciona, conheça outras a seguir.

2- Compra de passagens

Pode ter certeza, vender as suas milhas e comprar passagens é uma ação que compensa muito. Apesar de parecer estranho no primeiro momento, vale a pena prestar atenção em alguns pontos.

Imagine uma situação onde você pretende viajar em dois meses. Porém, até lá suas milhas acumuladas vão vencer. Nesse caso, é interessante vendê-las e usar o dinheiro para comprar outras passagens.

O que muitos não sabem é que nesse processo você economiza bastante. Assim, dá para adquirir um ticket aéreo por um preço menor e ainda é possível continuar a acumular novas milhas.

Agora, essa vantagem só pode ser aproveitada ao máximo quando a pessoa se planeja para tal. Dessa forma, se for viajar em breve, vale a pena pensar desde já em adquirir suas passagens. Você gasta menos e ganha um dinheiro extra.

3- Retorno financeiro

Essa é uma consequência dessa prática como você já deve ter percebido. Ao se perguntar como vender milhas do cartão de crédito, tenha certeza que o retorno financeiro é uma das grandes vantagens envolvidas.

Todo o sistema de vendas te permite juntar um bom dinheiro, assim, basta se programar e fazer tudo com antecedência. Por exemplo, busque acumular milhas ao usar o seu cartão nas suas compras do dia a dia.

Quanto mais você juntar, maior será o seu lucro das vendas. O dinheiro recebido por elas pode ser usado para o que você quiser, sem restrições.

Saiba como vender milhas online

De modo bem resumido, ao realizar a venda das suas milhas em sites que compram e depois as vendem para terceiros, o processo acontece da seguinte maneira, confira:

  1. Acumule pelo menos o mínimo necessário para vender;
  2. Faça o seu cadastro em um site de vendas de confiança;
  3. Saiba desde já que o seu registro será avaliado;
  4. Realize a cotação das milhas onde decidiu vendê-las;
  5. A empresa vai informar o valor que vai pagar pela sua pontuação;
  6. Caso aceite, feche a venda;
  7. Em seguida, você vai receber o pagamento pelas milhas;
  8. Mande os dados de resgate para que seja possível emitir as passagens aéreas.

Como vender milhas e lucrar com segurança

A prática da venda de milhas é bem comum, mas ela requer alguns cuidados. A segurança sempre será um fator importante e você jamais deve deixá-la de lado. Então, antes de tudo é essencial pesquisar onde essa transação acontecerá.

Hoje, inúmeros sites oferecem esse tipo de serviço. No entanto, como é de se esperar, nem todos possuem o mesmo nível de confiabilidade. Dessa forma, é essencial buscar páginas que já sejam reconhecidas no mercado.

Atenção com as suas informações pessoais

Com essa simples ação é mais fácil garantir que todos os seus dados ficarão protegidos. Além disso, o ideal é que você faça uma lista com pelo menos 3 sites diferentes, mas seguros. Em seguida, veja qual deles é menos burocrático na hora de vender as milhas.

É interessante que o escolhido também ofereça apoio ao usuário. Dessa forma, você consegue tirar dúvidas e resolver qualquer imprevisto indesejado. Esse cuidado prévio vai te livrar de muita dor de cabeça, pode ter total certeza disso.

Tudo o que você precisa saber sobre como vender milhas

Descubra se existe limite na venda de milhas

Na verdade, há um número mínimo para que a venda possa acontecer, no entanto, cada empresa funciona de uma maneira diferente. Portanto, antes de tudo é necessário checar essa informação no site que presta o serviço.

Quando se fala das companhias aéreas do território brasileiro, a quantia mínima de milhas é 3,5 mil. Porém, a depender da página, há algumas outras regras, por exemplo, a venda de apenas números múltiplos é uma delas.

É claro que a pontuação do usuário no programa de fidelidade vai ser importante para tudo isso. Além disso, você precisa prestar atenção em outro aspecto, como a cotação. Assim, quanto maior o número de milhas que deseja vender, maior será a oferta da empresa.

Há páginas que funcionam apenas como intermediários nessa troca. Dessa forma, nesses casos você mesmo tem a liberdade de estipular o valor que deseja.

Conheça o preço das milhas aéreas

Você precisa entender que as suas milhas são negociadas da mesma maneira que uma moeda. Portanto, o valor médio vai variar muito de acordo com a oferta e a procura. Agora, existem sites que estão sempre atentos a isso.

Eles divulgam uma base para que você não fique no escuro com relação ao preço. Além disso, a quantia costuma ser divulgada pelas empresas que compram de você essa “moeda”.

Valor de milha e programa de fidelidade também são variáveis que andam juntas. Assim, perceba que tudo vai depender de diversos aspectos, inclusive, até mesmo o dia que você for vender as milhas influencia no preço final delas.

No geral, uma milha custa menos de um centavo. Então, o preço de um milheiro (mil milhas) vai levar em conta:

  • Cotação do dia;
  • A quantidade;
  • Tarifas.

Como vender milhas do cartão sem correr riscos com os seus dados

Muitas pessoas têm medo na hora de vender milhas. De fato, existem diversos rumores com relação à segurança de dados. No entanto, como dito acima, com uma empresa de confiança você não tem o que temer.

Durante o processo, é necessário compartilhar informações pessoais com o site. Logo, é por essa razão que você só deve realizar a venda em plataformas reconhecidas no mercado.

Junto a isso, vale a pena dar uma lida nas normas do site para garantir como tudo vai acontecer. Em resumo, com essas medidas, você e seus dados vão estar seguros, pode ter certeza.

Tudo o que você precisa saber sobre como vender milhas

Prazo de validade das milhas

É comum encontrar usuários que foram vender suas milhas e não conseguiram. Muitas vezes, o grande problema é o prazo de validade que expirou. Então, antes de pensar em colocar essa ideia em ação, é ideal que confirme isso.

A maioria das empresas pedem que suas milhas tenham pelo menos 60 dias de validade. Dessa forma, elas são aceitas como moeda de troca sem nenhum problema. Agora, lembre-se que cada companhia funciona de uma maneira distinta.

Veja se vale a pena vender as suas milhas

Até aqui você já entendeu que o processo de vendas é seguro e te dá muitos benefícios. Em contrapartida, é necessário se perguntar quando é o momento certo de comercializá-las.

Nos tópicos seguintes você vai saber o que levar em conta nessa hora. Assim, não haverá nenhum imprevisto ao lucrar com a venda de milhas.

1- Próximo do vencimento

Imagine a seguinte situação para simplificar o assunto. Você estava se planejando para uma viagem há um longo tempo, dessa forma, já tinha reunido milhas para trocar por suas passagens.

O que você não esperava é que um imprevisto fosse colocar seus planos de lado. Assim, é comum se perguntar o que fazer em um cenário como esse.

É aí que você decide que vai vender as milhas acumuladas, já que elas estão dentro do prazo de validade. Afinal, juntar essa pontuação deu trabalho e você não precisa sair perdendo, muito pelo contrário.

2- Sem grandes planos de viagem

O oposto da situação acima também é um bom exemplo. Caso você tenha uma boa pontuação, mas não tem pretensões de viajar, tudo bem. A venda de milhas existe para que o consumidor consiga aproveitá-las de um jeito ou de outro.

Caso esteja em algum programa de fidelidade e suas milhas acumulem, preste atenção. Pois, essa é uma ótima oportunidade para ganhar um bom dinheiro e sem desperdiçar as milhas que juntou.

3- Sem movimentação de pontos

Hoje, o cartão de crédito é uma ferramenta usada por grande parte das pessoas no mundo inteiro. No entanto, ainda assim existem consumidores que preferem comprar com dinheiro em espécie.

Nesses casos, eles não estão interessados em acumular milhas no cartão para trocar por passagens, afinal, esses usuários mal usam essa ferramenta de pagamento. Então, o que se pode fazer é verificar quantas vezes ela foi usada e o quanto já foi acumulado.

Isso permite que o indivíduo consiga vender essas milhas, ainda que sejam poucas. Portanto, mesmo não usando o cartão com frequência, esses pontos ainda te dão uma chance de ganhar dinheiro.

4- Nada de resgatar passagens

Para este tópico, vale a pena usar o mesmo exemplo acima, uma pessoa que não usa muito seu cartão. Mesmo assim, considere que surgiu uma oportunidade de viajar e ela se lembra do seu programa de fidelidade.

Ela então tenta trocar os seus pontos por passagens, no entanto, durante o processo descobre-se que não há milhas o suficiente para fazer tal operação. Assim, nem tudo está perdido, pelo contrário.

Isso porque é possível vender o que ela tem antes que as mesmas expirem, ou seja, mesmo que a troca por passagem não seja possível, dá para comprar a mesma com o dinheiro adquirido com a venda.

Tudo o que você precisa saber sobre como vender milhas

Como vender milhas em sites

Ao fazer uma pesquisa básica, você já vai encontrar vários que fazem esse serviço. Aliás, todo o sistema de comercialização costuma ser o mesmo no geral.

Claro, há algumas diferenças a depender da empresa em questão. Por exemplo, existem aqueles que cuidam de forma direta da venda de milhas. Enquanto há outros que funcionam apenas como intermediários no processo.

Seja como for, não existe uma opção melhor do que a outra, o fundamental é que toda a transação aconteça do modo mais seguro possível.

Cuidados essenciais na hora de vender suas milhas

Essa em geral é uma negociação simples e dificilmente você terá problemas. Porém, tomar alguns cuidados é muito importante para evitar qualquer situação que te dê prejuízo.

Os dados da empresa

Sempre realize o processo de venda em companhias que divulgam seus dados. Então, telefone, endereço e CNPJ são exemplos de informações importantes. Isso confirma que você está lidando com uma companhia séria e de confiança.

Avaliações anteriores fazem a diferença

Com a internet, ficou muito mais fácil saber o que as pessoas acham de um produto ou serviço. Assim, use isso a seu favor na hora de pesquisar uma boa empresa para vender suas milhas.

Veja o que os usuários estão falando sobre ela. Inclusive, hoje existem páginas de review que vão te dizer tudo sobre determinada companhia. Portanto, essa é uma ferramenta poderosa e que deve ser usada sem culpa.

Venda as suas milhas já

Agora você já sabe muito sobre como vender milhas de modo que não precisa ter receio. Verifique como anda a sua pontuação e vá em busca de aproveitar os benefícios que você pode obter com a venda dela.

Por fim, coloque as dicas dadas neste post em prática. Pode ter certeza de que com elas, vender será muito mais simples e seguro.

Dê sua avaliação ao conteúdo!
Amanda Bonetto
Amanda Bonetto é jornalista há mais de 5 anos e especialista em mídias sociais e criação de conteúdo SEO. Mora em Araçatuba, interior de São Paulo. Está sempre pesquisando as tendências do mercado e especializando-se em marketing digital. Tem experiência em assessoria, redação, rádio e TV.