Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

Antes de viajar para fora do país, é essencial saber como funciona o uso do cartão de crédito no exterior, incluindo o que fazer em caso de perda.

Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

Fazer uso do cartão de crédito no exterior é um assunto que gera várias dúvidas.

Afinal, é preciso entender como sacar dinheiro, fazer compras, dentre outros tópicos importantes.

As tarifas cobradas e o custo dos recursos oferecidos também devem ser levados em conta, entenda.

O porquê de fazer uso do cartão de crédito no exterior

O porquê de fazer uso do cartão de crédito no exterior

Uma das razões para usar esse recurso é pela praticidade que ele proporciona.

Assim, você se livra de muita burocracia e paga por vários serviços quase que automaticamente.

O uso do cartão de crédito no exterior também reduz a necessidade de carregar dinheiro.

Dessa forma, essa opção fica disponível para gastos menores e mais corriqueiros, como lanches.

Possíveis problemas

Nem tudo são pontos positivos quando se trata desse assunto.

Ou seja, até chegar na situação de usufruir do cartão, é preciso fazer muita pesquisa.

E a principal razão disso são as taxas cobradas pelas empresas, que costumam ser altas.

Logo, aproveitar essa praticidade pode gerar vários custos adicionais para o cliente no exterior.

Essa medida inclui verificar com o próprio banco todos os detalhes relacionados as cobranças.

Dessa maneira, fazer uma viagem torna-se algo mais tranquilo, com menos preocupações.

Como conseguir um cartão de crédito para usar no exterior

Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

O uso do cartão de crédito no exterior precisa ser feito com alguns requisitos.

Por exemplo, ele deve ser internacional, com bandeiras suportadas nos países estrangeiros.

Conseguir esse recurso, entretanto, é muito simples. Isso porque, várias instituições oferecem ele aos clientes.

Agora, alguns dos bancos em que é possível adquirir são:

  • Banco do Brasil e Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal e Banco Santander;
  • Banco Itaú e Digio;
  • Nubank, Neon e, por fim, Banco Inter.

Depois de obter o seu cartão, é preciso habilitá-lo para usar fora do Brasil.

Além disso, deve informar à instituição a data da viagem para evitar risco de bloqueio.

Veja como fazer o uso do cartão de crédito no exterior para saques

Veja como fazer o uso do cartão de crédito no exterior para saques

Fazer saques não é uma tarefa muito difícil, porque está disponível em qualquer caixa eletrônico.

Contudo, preste atenção, porque a máquina deve fazer parte da rede do cartão.

Para saber quais são os terminais, basta ir ao site da bandeira (Visa ou Mastercard).

Em seguida, procure ver a localização dos caixas mais próximos de onde você está.

Possíveis cobranças

O saque, assim como outras operações financeiras, são feitos sob algumas taxas. Então, nesse caso é cobrado o IOF e também a tarifa do ATM.

Entenda sobre ATM e a taxa de IOF

Entenda sobre ATM e a taxa de IOF

Para começar, ATM é uma sigla americana para “Automatic Teller Machine”, ou seja, caixa eletrônico.

Logo, é a operação que normalmente se realiza nas máquinas retirando dinheiro de uma conta ou do cartão.

Em geral, o saque ATM pode ser feito pelos seguintes passos:

  1. Inserção do cartão no terminal e ativando o caixa pelo sensor biométrico;
  2. Use a opção “saque’ para, portanto, fazer a operação;
  3. Digite o valor que quer sacar;
  4. Coloque a senha e, além disso, tome cuidado para não errar;
  5. Termine a ação e pegue o dinheiro.

Sobre o IOF

O IOF, por sua vez, significa Imposto sobre Operações Financeiras.

Então, é uma tarifa federal que deve ser paga por pessoas (físicas e jurídicas) para qualquer operação financeira, por exemplo:

  • Crédito e câmbio;
  • Seguro ou títulos e valores imobiliários.

Saiba o valor de IOF cobrado nos tipos de operação

Em geral, esse valor muda conforme o tipo de operação. Portanto, saiba o quanto é cobrado em cada uma delas:

  • Compras internacionais no cartão: 6,38%;
  • Negociações de moeda estrangeira: 1,1%;
  • Transferências internacionais: 0,38% (terceiros) e 1,1% (mesma titularidade);
  • Empréstimo ou financiamento: 0,38% e, além disso 0,0082% por dia;
  • Cheque especial ou crédito rotativo: 0,38% sobre valor atrasado e 0,0082% por dia;
  • Investimentos: varia entre 0% e 96% de acordo com o tempo entre investimento e resgate;
  • Seguros: fica entre 0,38% e 25% sobre o prêmio ou valor pago à seguradora.

Como fazer o uso do cartão de crédito no exterior para compras

Como fazer o uso do cartão de crédito no exterior para compras

O processo para fazer compras é outro bastante simples para qualquer usuário em viagem.

Antes de tudo, basta solicitar junto a instituição a liberação do uso do cartão de crédito no exterior.

Depois disso, será possível pagar qualquer despesa em estabelecimentos que aceitem a bandeira dele.

Quanto à fatura, os gastos sempre caem nos pagamentos mensais, diferente do cartão de débito, que caem direto na sua conta.

Dicas para o uso do cartão de crédito no exterior para fazer compras

Para fazer uma viagem tranquila sem se preocupar tanto com seus gastos, confira essas dicas a seguir:

  1. Os cuidados são os mesmos, ou seja, jamais diga a senha para qualquer pessoa;
  2. Para contornar imprevistos, tenha em mãos mais de um cartão disponível;
  3. Por precaução, tenha o contato da Central de Atendimento para eventuais emergências.

As vantagens do uso do cartão de crédito no exterior

As vantagens do uso do cartão de crédito no exterior

Entre as vantagens, vale destacar a segurança, que é a principal delas.

Afinal, com um cartão, não é preciso carregar muito dinheiro no bolso durante os passeios.

Ainda nesse aspecto, o cartão pode ser cancelado em caso de perda ou roubo.

Dessa maneira, o usuário sequer precisa pagar pelas compras que tentarem fazer em seu nome.

Outras vantagens são os vários incentivos e benefícios oferecidos pelas empresas, como:

  • Milhas e redução no preço de hospedagens;
  • Descontos em lojas e restaurantes.

Eles costumam fazer parte dos programas de recompensas, uma prática para estimular o portador a fazer uso do produto.

O que são os programas de recompensas

No detalhe, os programas geram pontuação conforme o cliente gasta com o cartão nas compras.

A partir disso, ele pode trocar uma quantidade de pontos por algum benefício disponível.

4 dicas para entender melhor o programa

Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

Como um complemento para entender esse programa, aqui vão algumas dicas para você conferir.

Dessa forma, poderá decidir se deve ou não contratar esse tipo de serviço do cartão:

  1. Não assine um contrato às cegas;
  2. Saiba das taxas de anuidade;
  3. Fique atento sobre a data de validade dos pontos;
  4. Decida a melhor maneira de comprar um produto ou contratar um serviço.

1 – Não assine um contrato às cegas

Essa é fundamental até para outros tipos de serviço.

Antes de mais nada, leia com cuidado o contrato para entender os detalhes do benefício.

2 – Saiba das taxas de anuidade

Há instituições que cobram altos valores de taxa de anuidade do cartão.

Portanto, veja direito para manter a relação custo-benefício do recurso que está contratando.

3 – Fique atento sobre a data validade dos pontos

Os pontos têm prazo de validade e você deve estar atento a isso.

Por exemplo, as milhas ficam valendo cerca de dois ou três anos, dependendo do programa.

4 – Decida a melhor maneira de comprar um produto ou contratar um serviço

A comparação pode ser feita ao calcular a anuidade com o gasto por mês.

Além disso, deve-se levar em conta as tarifas de administração que entram nessa conta.

Desvantagens do uso do cartão de crédito no exterior

Desvantagens do uso do cartão de crédito no exterior

Como desvantagem, vale considerar fatores como a instabilidade do dólar e questões relacionadas ao câmbio.

Afinal, há bancos que não especificam como farão a cobrança na moeda real.

Existem, por exemplo, instituições que cobram pelo valor do dólar no fechamento do cartão.

Contudo, há outras que cobram no mesmo dia em que foi realizada a compra. Por fim, há empresas que levam em conta a quantia apenas no dia em que a fatura vence.

As várias taxas e sem parcelamento

Estas são as outras duas desvantagens sobre o uso do cartão de crédito no exterior.

A princípio, o número de taxas a serem cobradas é bem grande. Isso faz com que qualquer pessoa pense duas vezes antes de fazer qualquer transação financeira.

Não poder parcelar compras é mais um dos problemas que você deve estar ciente.

Então, quando fizer uma viagem ao exterior, vá sabendo que essa prática não será possível.

Situações para o uso do cartão de crédito no exterior

Situações para o uso do cartão de crédito no exterior

Durante a estadia em outro país, é possível usar o cartão para diversas finalidades.

Nesse sentido, aqui vão alguns exemplos de situações em que esse recurso é bem utilizado:

  • Fazer a locação de um carro;
  • Realizar check-in em um hotel;
  • Obter acesso às salas VIP dos aeroportos.

Fazer locação de um carro

Fazer locação de um carro

Uma situação para usar o seu cartão é para alugar um carro.

A partir disso, você pode conhecer as cidades da Europa ou os parques da Disney.

Na verdade, o recurso é essencial para dar uma garantia para a locadora.

Ou seja, só é possível retirar o veículo após confirmada essa ação e ela só pode ser feita usando um cartão de crédito internacional.

Realizar check-in em um hotel

Realizar check-in em um hotel

A chegada ao hotel fica mais fácil com o uso de um cartão de crédito no exterior.

Além disso, a prática é muito comum em redes espalhadas pelos EUA e outros países.

Na prática, esse check-in funciona de maneira parecida ao aluguel do carro.

Logo, você deve realizar o desbloqueio de um valor tido como garantia por segurança.

De modo geral, essa quantia costuma ser maior do que o das diárias da reserva.

Mas, depois ele será devolvido ao cliente.

Obter acesso às salas VIP dos aeroportos

Obter acesso às salas VIP dos aeroportos

Só o fato de ter um cartão já é suficiente para garantir essa situação.

Sobretudo, é um benefício que o usuário ganha quando for realizar a sua viagem internacional.

As salas VIP, nesse sentido, geram vários tipos de benefícios, bem como:

  • Vários tipos de lanches e bebidas;
  • Ambientes com Wi-fi e cômodos para descanso.

Tudo para que, enfim, você consiga aproveitar suas viagens da melhor forma possível.

4 dicas de uso do cartão de crédito no exterior

Devido aos vários detalhes, a sua viagem deve ser planejada com muito cuidado.

Nesse sentido, confira a seguir algumas dicas de uso do cartão de crédito no exterior:

  1. Não dependa de só um meio de pagamento;
  2. Tenha um cartão de reserva;
  3. Veja com atenção os serviços que requerem cartão;
  4. Use bem todas as vantagens que puder.

1 – Não dependa de só um meio de pagamento

Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

Quem tem o hábito de investir na bolsa de valores já conhece essa dica.

Sobretudo, consiste em você diversificar os meios de pagamento em sua viagem ao exterior.

Em resumo, isso significa usar o seu plástico, mas não só ele para pagar despesas.

Assim, procure ter dinheiro vivo em mãos para custos menores, como:

  • Presentes e lembrancinhas;
  • Lanches e, por fim, ingressos para algum evento ou lugar.

Para despesas maiores, como eletrônicos ou hospedagens em hotéis, prefira usar o cartão.

2 – Tenha um cartão de reserva

Tenha um cartão de reserva

Sobre os cartões, tente manter em posse um de reserva, sendo ele de outra bandeira.

A partir daí, mantenha um no bolso em seus passeios e o outro guardado.

Um dos motivos para fazer isso é ao se deparar com um comércio que não aceita a bandeira de um dos cartões.

Assim, pode usar o segundo em uma eventual próxima vez em seu passeio.

Outra razão crucial é para o caso de perder um dos cartões ou ter ele roubado.

Dessa forma, basta usar o reserva e prosseguir sua viagem sem problemas.

Várias empresas, de fato, possuem o serviço de entregar um produto emergencial nesses casos.

Agora, como a entrega pode demorar, ter apenas um pode restringir alguns passos seus.

3 – Veja com atenção os serviços que requerem cartão

Veja com atenção os serviços que requerem cartão

Há alguns serviços específicos que requerem o uso do cartão em suas operações.

Por exemplo, o próprio aluguel de carros ou serviços por aplicativo como Uber ou iFood.

Só isso já é motivo para considerar obter um desse produto para a sua viagem.

Além disso, existem os comércios em que o usuário deve usar o cartão por questões de segurança.

4 – Use bem todas as vantagens que puder

Use bem todas as vantagens que puder

Há diversos benefícios que as empresas oferecem para estimular o uso do cartão de crédito no exterior.

Portanto, aproveite cada oportunidade para acumular pontos nos programas de milhagem e trocar por vantagens.

O seguro de saúde é outro recurso oferecido pelas empresas dos cartões.

Dessa maneira, como nunca se sabe o que vai acontecer, essa é uma medida muito bem-vinda.

Existem mais detalhes que você deve prestar atenção antes da viagem.

Por exemplo, saber se o objeto está habilitado para usar fora do país.

O limite é outro ponto crucial que é preciso checar com cuidado no planejamento.

Afinal, ninguém quer gastar mais do que está previsto em uma viagem.

Saiba o que fazer em caso de perda ou roubo do seu cartão

Saiba o que fazer em caso de perda ou roubo do seu cartão

Durante o seu uso do cartão de crédito no exterior, também podem acontecer alguns problemas.

Por exemplo, perder o objeto ou até ter ele roubado por outra pessoa.

Nesse cenário, confira o que você pode fazer para lidar com a situação da melhor maneira possível.

1 – Realize o cancelamento imediato

Realize o cancelamento imediato

Assim que perceber a ausência do seu cartão, ligue para a instituição para cancelar.

Dessa maneira, boa parte das operadoras recebem ligações a cobrar ou atendem de forma gratuita.

Outra dica, nesse sentido, é ter por perto o telefone de contato.

Portanto, mantenha essas informações em um e-mail ou em fotos no celular.

2 – Faça um BO

Faça um BO

Após fazer o cancelamento imediato, o próximo passo é ir em uma delegacia de polícia.

Em seguida, faça um boletim de ocorrência para anular despesas que você não fez.

Ou seja, o BO é uma maneira de monitorar essas ações de perto.

3 – Veja suas opções com a empresa

Veja suas opções com a empresa

Alguns bancos possuem vários serviços de prontidão para casos emergenciais como esse.

A princípio, existem entregas de um novo cartão dentro do prazo de 24 horas.

Mesmo se estiver em um hotel, é possível recebê-lo, assim como em um posto de atendimento.

Por fim, há a possibilidade de sacar um valor que será cobrado na sua fatura.

Ou seja, é como se fosse uma compra.

Uso do cartão de crédito no exterior ou do dinheiro: veja o melhor

Tudo sobre como fazer o uso do cartão de crédito no exterior

De modo geral, cada um é o ideal para cada tipo de situação na viagem.

A princípio, o dinheiro pode fazer a diferença para dar gorjetas, ir em algumas lojas.

Apreciar a comida do fast-food ou de algum restaurante também são bons usos.

Não apenas isso, como o usuário pode comprar a outra moeda com antecedência.

O cartão, enquanto isso, existe para usos mais práticos e alguns específicos.

Assim como mencionado, ele pode ajudar no desbloqueio para usar certos serviços sem preocupações.

A segurança, novamente, merece destaque, já que até em caso de problema, há soluções simples.

Na dúvida, tenha ambos

Você pode optar por fazer só o uso do cartão de crédito no exterior.

Afinal, é sua viagem, os planos são seus, então fica a seu critério. Mas, em caso de dúvida, procure manter sempre as duas opções ao seu alcance.

Como resultado, tudo ficará melhor para lidar, incluindo os imprevistos.

Aliás, o ideal é sempre estar prevenido para situações problema que podem acontecer.

O uso do cartão de crédito no exterior pode valer muito a pena

Ao longo deste texto, ficou clara a importância do cartão de crédito nas viagens.

A princípio, o recurso não ganha muito destaque, mas pode vir a calhar várias vezes.

Em alguns momentos, o cartão é até favorito por questões de segurança em comércios e compras.

Assim, mesmo que você não queira usar, não poderá evitar sempre durante o passeio.

O que pesa contra é justamente o valor das taxas cobradas pelas operadoras nas transações.

Então, apesar da praticidade, o uso abusivo do cartão pode ser uma dor de cabeça.

Dê sua avaliação ao conteúdo!
Ana Paula
Ana Paula é Gaúcha, Natural de Santa Cruz do Sul é ama viajar! Estudante de Bacharelado Ciências Contábeis sabe tudo sobre números, então une a paixão de viajar com a de calcular a melhor forma de aproveitar promoções e bônus.